Dicas para ter uma vesícula biliar saudável

A vesícula biliar é um órgão responsável por coletar e armazenar a bile proveniente do fígado. Quando você se alimenta, a bile armazenada na vesícula biliar é ejetada para a luz do intestino de modo a realizar a sua função digestiva, que é a digestão das gorduras. A vesícula biliar é pequena, tem um formato de pera e se localiza logo abaixo do fígado. Apesar de suas dimensões modestas, ela pode estar sujeita a problemas como os cálculos biliares (pedras), os pólipos, as inflamações e o câncer.  Sabemos que estas doenças têm maior associação com fatores hereditários ou familiares, com o sexo feminino, com a obesidade, com a idade acima de quarenta anos e com a multiparidade

“Para ajudar na prevenção do desenvolvimento das doenças biliares, e também para melhorar a qualidade de vida de pacientes que já as apresentam, é possível adotar uma dieta mais saudável.

Embora não exista um alimento específico para manter esse órgão saudável, algumas mudanças no cardápio e nos hábitos alimentares podem ser eficazes para garantir mais saúde. Continue lendo e veja o que você pode fazer para proteger a sua vesícula!

Adeque as quantidades de alimento bons e ruins

Alguns alimentos são muito bons para a vesícula e poderiam atuar na prevenção dos cálculos biliares, além de facilitarem a digestão e de possibilitarem o bom funcionamento desse órgão. Então, é interessante que você aumente o consumo de alimentos como:

  • vegetais frescos;
  • frutas in natura ou em suco;
  • derivados do leite com pouca gordura;
  • legumes;
  • nozes;
  • grãos integrais.

Ao mesmo tempo, procure reduzir o consumo daqueles alimentos que podem prejudicar a vesícula ou causar os sintomas naqueles pacientes portadores de cálculos ou outras doenças da vesícula, como:

  • alimentos gordurosos;
  • carne vermelha;
  • derivados do leite com muita gordura;
  • carne processada;
  • alimentos em conserva;
  • ovos

Prefira uma dieta à base de alimentos naturais

Você não precisa aderir ao vegetarianismo, mas é interessante que sua dieta tenha uma grande porção de plantas, uma vez que esses alimentos naturais oferecem muitas vitaminas, antioxidantes e minerais.
Sendo assim, eles ajudam a combater os radicais livres e também evitam os danos às células, em função do estresse oxidativo, que pode desencadear diversos problemas, inclusive o câncer.

Prefira as proteínas magras

Uma boa forma de você obter proteínas, mas sem colocar em risco a sua vesícula, é preferindo as fontes com baixo teor de gordura, como:

  • peixes;
  • aves;
  • soja e seus produtos;
  • leguminosas;
  • derivados do leite desnatado;
  • nozes e sementes.

Tenha cuidado com o modo como você prepara as carnes, porque ainda que elas sejam magras, se forem fritas, por exemplo, já não terão propriedades tão benéficas quanto se forem assadas ou grelhadas.

Consuma fibras

As fibras são muito importantes para a saúde porque favorecem o funcionamento do intestino, mas também contribuem com a prevenção de doenças que afetam a vesícula biliar porque reduzem a produção de ácidos biliares secundários.
Isso é especialmente importante para pessoas que costumam fazer jejum e aquelas que por algum motivo precisam perder peso em pouco tempo. Mas, de um modo geral, beneficiam qualquer um que acrescente em seu cardápio alimentos como:

  • grãos integrais;
  • frutas;
  • legumes;
  • nozes e sementes;
  • verduras.

Consuma mais cálcio, vitamina C, folato e magnésio

Todos esses nutrientes são fundamentais para o equilíbrio da saúde de um modo geral e também poderiam contribuir para manter a vesícula biliar saudável. Então acrescente ao seu cardápio:

  • verduras de folhas escuras;
  • leite magro e seus derivados;
  • sardinha;
  • frutas cítricas;
  • brócolis;
  • tomate;
  • pimentão;
  • amêndoas;
  • espinafre;
  • amendoim;
  • feijão;
  • abacate;
  • soja;
  • bife de fígado.

Além de adotar uma dieta saudável, procure praticar exercícios físicos e controlar o peso corporal. Dessa forma você estará melhorando o funcionamento do seu organismo como um todo e protegendo a sua vesícula. Mas, nunca esqueça de consultar um especialista se você apresentar sintomas ou for diagnosticado com alterações na vesícula biliar. Lembre-se que o melhor tratamento é a prevenção.

DR. MARCELO LINHARES

CRM 112046

Sou Marcelo Linhares, graduado em Medicina pela Universidade Federal do Ceará, em 1989.

No ano de 1998, fiz mestrado em Medicina (Gastroenterologia Cirúrgica) pela Universidade Federal de São Paulo, com aperfeiçoamento em Cirurgia  Hepatobiliar, na Université Paris-Sud XI no Centre Hépato-Biliaire do Hôpital Paul Brousse, Paris-FRA, em 2000.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =

AGENDE SUA CONSULTA

FALE CONOSCO

× Agende sua consulta